Inflação nos 2,8%. “Péssima notícia”, reage o STE